Workshop no módulo de Saxofone em agosto 2012 no Atelier!

Veio participar no treinamento no módulo Saxofone o Josinei do Praia Grande. Ele já tem uma loja e também oferece serviço em manutenção de instrumentos. Para aprimorar os seus conhecimentos ele participou do workhop. Verifique as fotos !

 

Parabéns Josinei...mais um técnico muito bom em manutenção de saxofones.

Estamos muito felizes em contribuir na formação de novo profissionais.

 

 

 

 

Workhop do módulo de trombone com Ricardo Ferreira Lepre do Espírito Santo.

Mais um workshop aconteceu nos dias 07.06.2012 á 10.06.2012 aqui no Atelier. O músico trompista da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo veio pela segunda vez a fazer mais um treinamento conosco. Desta vez fizemos o treinamento na parte do trombone de vara e de piston. Confere alguns imagens.

Primeiramente temos que conhecer a família dos trombones.

Desmontagem do trombone com rotor.

O material didático acompanha como sempre o participante.

Cada peça deve ser guardado adequadamente.

Desmontagem da vara.

Primeiro temos que desmontar os tubos para depois fazer um novo alinhamento.

Com muito cuidado é feito a desmontagem.

O excesso de estanho nos anéis é removido no torno.

O trombone de piston.

Dentro do suporte é bem mais fácil de trabalhar com o instrumento.

Pequenos amassados são removidos com esferas.

Qualquer dúvida o participante pode consultar o material didático.

Desamassar a campana.

Somente adquirindo experiência garante um bom resultado.

Conferindo a paralelidade dos tubos.

Precisão é tudo.

Fazer uma solda no instrumento.

Soldar !

Todo excesso de estanho precisa ser removido.

Montagem do rotor.

Cada detalhe conta.

O trabalho sempre precisa ser limpo e correto.

Os tubos externos e internos da vara são verificados se tiver amassados.

Cada amassado precisa ser removido.

Este é um trabalho que exige muita experiência do técnico.

Depois de ter desamassado os tubos eles precisam ser alinhados.

Aqui mais uma vez conta experiência e paciência.

No final da vara é novamente montada totalmente paralelo e sem nenhuma resistência.

Parabéns Ricardo por mais uma etapa vencida.

Estamos muito feliz em entregar mais um certificado para um novo técnico no Brasil.

Workshop do módulo Trompete no Atelier !

Aconteceu o treinamento do músico Ricardo Ferreira Lepre, do Espírito Santo aqui no Atelier. O trompista da Orquestra Filarmônica de Vitória estar começando sua trajetória como um novo técnico nos instrumentos de sopro. Confere as fotos do workshop.

Primeiro dia...vamos desmontar o instrumento.

Dividimos o módulo de trompete em instrumento de piston e rotor.

Trabalhamos num Fluegel de um fabricante Polonês e um Fluegel de rotor da Miraphone.

Desmontagem no maçarico.

Conhecer os diferentes tipos de solda faz parte do workshop.

Saber trabalhar com a temperatura do maçarico é importante.

Cada instrumento tem os seus procedimentos de desmontagem.

Apresentamos todas as ferramentas utilizados na manutenção de um trompete ou fluegel.

Organização para guardar as peças do instrumento é fundamental.

O nosso material didático ajuda o participante.

Lavar os componentes do instrumento.

Polimento.

Aprender desamassar uma campana.

Este trabalho necessita experiência do técnico e ferramentas especiais.

Agora vamos para a parte de trás da campana.

Aqui o técnico também precisa ter uma sensibilidade com o material.

Cada amassado precisa ser removido.

Agora vamos aprender desamassar com as esferas.

Um trabalho que existe paciência e cuidados.

Primeira solda com estanho no fluegel de piston. Remontagem do instrumento após reforma geral.

Antes da solda o instrumento deve ser completamente alinhado.

Fazer um solda limpa e correta também precisa de um certo treinamento.

Melhor a solda é, menos trabalho depois para remover o excesso de estanho.

Fazer os acabamento dos pontos de solda.

Limpar todo após polimento.

Alinhamento do pistons. Um trabalho que precisa ser feito 100 %. Pequenas alterações podem causar problemas gravíssimos na afinação do instrumento.

Verificar os três pistons individualmente é importante.

Finalmente a avaliação acústica. Importante que o técnico saiba tocar os instrumentos.

Aprender retificar um rotor.

Instrumento com rotor é bem diferente do que um instrumento com piston.

Importante que o técnico saiba sobre o funcionamento do rotor.

Montagem do segundo rotor.

Muitas vezes para remover os jogos radial e axial o técnico precisa tornear o tampo inferior.

Somente um rotor bem ajustado vai funcionar perfeitamente. Qualquer tolerância precisa ser removida.

Montagem final dos adicionadores.

Avaliação acústica pelo técnico.

Ricardo com os dois instrumentos finalizado por ele em 4 dias de treinamento.

Ricardo Ferreira Lepre com seu certificado do módulo Trompete.

Stefan Siemons (Luthier) e Ricardo Ferreira Lepre (Técnico).

Ricardo tocando e testando das trompas de Dieter Otto.

Parabéns Ricardo.

 

 

Workshop módelo Saxofone com o músico Mauro Vaz Nogeira de Jundiaí!

Recebemos o músico Mauro Vaz Nogeira de Jundiaí. Ele atua como músico já muitos anos na região de Juniaí, estudou em Presidente Prudente e pretente ingressar na área de manutenção de instrumentos de madeira, especialmente de saxofone e clarinte. Foram 4 dias de treinamento intensivo. Ele trouxe o seu sax-soprano Julius Keilwerth ST 90. Este instrumento foi completamente reformado no treinamento. Verifique as fotos!

No primeiro dia tudo é novo. Se a pessoa nunca desmontou um saxfone, tudo parece complicado.

O nosso material didátioc ajuda muito em orientar o técnico que estar começando.

Importante trabalhar limpo e com organização.

O técnico precisa saber trabalhar com o paquímetro para fazer medições no instrumento.

Como o nosso treinamento é muito prático, e técnico rapidamente começa a reconhecer as chaves do instrumento.

Importante que o técnico vivencia toda parte prática ! Para isto ele precisa estudar.

Remoção de sapatilha utilizando o protetor de madre perola.

Esse saxofone sofreu algumas quedas. Por isto precisavamos desamassar o corpo inteiro.

Nesso ocasião o músico tem a oportunidade de conhecer melhor o latão, sua espessura, sua resistência etc.

Somente batendo no latão e técnico desenvolve um certa sensibilidade para esses serviços tão delicados.

A borda da campana quase dobrou para dentro. Primeiro alinhamento da campana.

Segunda etapa: Desmassar a campana na foice.

De volta na bancada...agora começa o novo sapatilhamento.

Um eixo travado e empenado. Antes da montagem o técnico preciso solucionar isto. O mecanismo precisa funcionar perfeitamente.

Montagem e ajustamento das conexções.

Cada detalhe é importante.

A colagem da saptailha é com Shellac.

Cada chave tem a sua abertua. Isto é importante para ele esteja bem afinado.

A mesa estava muito desalinhado. O Mauro consegiu fazer um ótimo trabalho e a mesa ficou mutio boa.

Substituindo uma mola num Saxofone.

Finalmente ele pude tocar o seu saxofone após reforma geral. Colocamos sapatilhas Pisoni da Italia. O instrumento ficou muito bom.

Desejamos boa sorte para este novo técncio.

Luthier Stefan Siemons, Mauro Vaz Nogeira (Participante do Workshop) e Samual Araújo (Técnico em Instrumentos -Atelier)

Worshop do módulo Clarinete!

Desta vez veio o Antonio Valdeir Pereira de Fortaleza. No ano passado ele já fez o workshop do módulo de Saxofone conosco. Este ano ele estar fazendo o módulo de: Clarinete, Flauta-Transversal, Trompete, Trompa e Trombone. Temos certeza que teremos um novo técnico em manutenção de instrumentos de sopro em Fortaleza. Acompanhe alguns fotos do treinamento.

O téncico deve entender bem o mecaniso do instrumento.

Desmontangem e montando o técnico conhece cada vez melhor o instrumento.

As peças do instrumento devem ser bem guardadas.

O material didático do Atelier auxilia bem o técnico nesta fase.

Utilizamos diversos suportes para fixar com segurança o instrumento durante o processo do conserto.

Para fazer um polimento dos postes o instrumento deve estar num suporte.

Trabalhar com precisão é importante.

Limpar as peças é fundamental para um bom desempenho do mecanismo.

O Pad Cup Heater é um recurso maravilhoso para colar sapatilhas com muita precisão.

Adaptar a cortiça na junta do clarinete.

Sempre se orientando no nosso material didático.

O instrumento finalizado pelo Valdeir. Parabéns.

 

Workshop do módulo Trompete no Atelier !

Deste vez veio um músico fazer o workshop do módulo de trompete: Emerson, trompetista da Orquestra Sinfõnica da Bahia. Ele já faz pequenos reparos de instrumentos de Sopro e pretende trabalhar mais ainda nesta área futuramente. Isto é muito bom, teremos um colega bem qualificado na Bahia. Dividimos os dias em trompete de piston e trompete de rotor.
   
Primeio dia: Apresentamos diversos módelos de trompete a serem trabalhados durante o treinamento.

Dividimos o treinamento em duas partes: Trompete de Piston e Trompete de Rotor.

O Emerson trouxe o trompete dele para fazer a própria manutenção durante os dias do workshop.

O maçerico faz parte do nosso dia a dia. Não é somente para fazer soldas, mas também para remover voltas travadas.

O paquímetro é uma ferramenta de medição muito importante para o técnico. Aqui algumas instruções pelo nosso torneiro mecânico Samuel.

Praticando é sempre a melhor forma de ensinar e aprender.

Medição de um trompete em Sib. Importante entender o funcionamento de cada instrumento.

Após desmontagem do instrumento vem a limpeza. Muito importante saber lavar um instrumento adequadamente.

As peças não podem ser misturados. Divisórias ajudem em fazer e garantir essa separação.

O compressor de ar também faz parte de uma oficina.

Importante são os suportes que garantem que o instrumento estar seguro durtante o polimento. Isto facilita muito a vida do técnico.

Enchegar os detalhes é muito importante.

Emerson fazendo uma solda de estanho.

Avaliando a pocição da peça no instrumento. Se precisar temos que corrigir essa peça.

Martelos de diversos tamanhos fazem parte do Atelier.

A politriz também importante para oferecer ao cliente um acabamento perfeito.

Desamassar a campana do trompete com esferas.

Este trabalho exige paciência e experiência.

Desamassar a campana na haste côncia.

Existen alguns modos para obter um ótimo resultado.

Desamassar a 2ª volta do trompete.

Montagem final com alinhamento dos pistons.

Desmontagem do trompete de rotor.Os rotores são retificados com pastas diâmantadas.

Treinamento na Yamaha no Japão.

O Luthier Stefan Siemons viajou para Japão para participar de um treinamento na Fabrica Toyooka da Yamaha em Hamamatsu. Foram alguns dias de treinamento focado em Madeiras, especialmente em : Flauta-Transversal, Clarinete e Saxofone. Foi uma experiência muito boa em ver como os cuidados dos Técnicos Japoneses são grandes. Verifique as fotos !

No primeiro dia eu foi visitar a loja que fica ao lado da fabrica.

Um técnico Alemão representando Brasil. Que coisa !

4º dia do treinamento – Foco: Vara do trombone. Quais são as possibilidades para desamassar a vara ?

Neste último dia do treinamento a gente foco no instrumento Trombone de Vara. Principalmente a Vara dar muitos desafios para os técnicos. Dei várias informações sobre o instrumento e apresentei também ferramentas para desamassar a vara.

Preparei diversas varas com diversas defeitos. Mostrei para os técnicos quais são as maiores problemas e como podem ser solucionadas.

Fazer um alinhamento da vara externa!

Fechamento do 4º e último dia do treinamento. Foram 4 dias de troca de aprendizagem, experiência e informações. Todos os participantes gostaram muito.

 

Foto final com todos os participantes como também da equipe do Atelier de Instrumentos de Sopro. Muito obrigado Yamaha pela oportunidade.

3º dia do treinamento – Foco: Rotor e Piston. Como fazer um alinhamento ?

No 3º dia o nosso Luthier Stefan Siemons falou um pouco sobre o confecção de instrumentos. Importante que o técnico tenha algumas informações básicas sobre o instrumento como por exemplo: comprimento de um trompete em Sib. Assim fica mais facil compreender questões como afinação, timbre, sonoridade e som.

Começamos com um palestra sobre confecção de instrumentos !

^

Após a primeira parte voltamos ao Atelier. Athiane Vieira trabalha na Yamaha e cuida a parte das peças para a rede autorizada. Ela deu vários informações aos novos técnicos ao repseito de pedidos de acessórios.

Preparei várias peças para mostrar como funciona o piston e quais são a particularidades de um rotor.

A idéia da Yamaha é que todos os técnicos trabalham com a mesma qualidade no serviço para garantir um excelente atendimento ao cliente.

Sempre é bom mostrar no próprio instrumento.

Avaliação de um instrumento dentro de prazo de garantia.

Dividimos em duas equipes. Cada uma tinha como tarefe de detectar os defeito no instrumento como também medir o rotor.

Foi mais um dia muito produtivo. Os técnicos tiveram a possibilidade de trocar baste experiências entre se. O dia também terminou com uma roda de conversa e a avaliação do dia.